Notícias Externas

Exposição do Centro de Memória traz reflexão sobre calúnia


Publicado em: AgendaExternas - 7 de novembro de 2018

Foto: Carol Morena

Durante todo o mês de novembro, o Centro de Memória da Faculdade de Medicina da UFMG (Cememor) promove uma exposição sobre a “Alegoria da Calúnia”, quadro da pintora mineira Irma Renault. A visitação, no hall de entrada e no Corredor da Memória, é aberta ao público e gratuita.

A exibição é baseada na pintura de Irma e na interpretação do médico e antropólogo Ely Bonini Garcia. Segundo Ethel Mizrahy Cuperschmid, coordenadora do Cememor, o caráter político da calúnia faz com que o tema da exposição seja relevante no cenário atual. Além do quadro de Irma, há outras peças, como o quadro “A Calúnia de Apeles”, de Sandro Botticelli.

A exposição também traz casos notórios em que a calúnia teve grande impacto na sociedade, como o caso do falso depoimento de uma garota, que influenciou a invasão americana ao Iraque. “Atualmente, muito tem sido falado sobre fake News e seus impactos. A ideia da exposição é trazer uma reflexão sobre esse assunto e como cada indivíduo se insere na disseminação de falsas informações”, aponta Ethel.

Os interessados em visitar a exposição não precisam realizar agendamento prévio. O Centro de Memória funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Para mais informações, entre em contato através do 3409-9106 ou pelo e-mail cememor@medicina.ufmg.br.

    Contador de visitas: 129 visualizações

    Veja também: