Film İzle | karımı gördünüz mü izle
Ex-aluno Paes Barreto recebe Medalha de Honra – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Ex-aluno Paes Barreto recebe Medalha de Honra


Publicado em: Notícias - 4 de junho de 2008

O ex-aluno da Faculdade de Medicina Francisco Paes Barreto, psiquiatra e psicanalista, foi eleito para receber o prêmio Medalha de Honra da UFMG, que desde o ano 2000 presta homenagem aos ex-alunos da Instituição que se destacam por sua contribuição social relevante.

A indicação aconteceu por meio de votação durante a reunião da Congregação de maio, na quarta-feira, 28, por ampla maioria. Paes Barreto conseguiu 23 votos de um total de 32, mais do que a soma dos votos de todos os possíveis candidatos.

O nome de Francisco Paes Barreto foi apresentado à Câmara Departamental para receber o prêmio de 2008 pela comissão composta pela professora Maria da Conceição Juste Werneck Côrtes, chefe do MPS, e pelos professores do Departamento Apolo Heringer Lisboa, Elisabeth Barboza França, Itamar Tatuhy Sardinha Pinto e Paulo Sérgio Carneiro Miranda.

O professor Roberto Assis Ferreira (PED), estudou com Francisco Paes Barreto, na turma de 1965. Para ele, Paes Barreto é uma das figuras mais significantes e expressivas no campo da psicanálise. “Ele foi um dos colegas mais brilhantes que tive durante o curso. Como profissional, é o que podemos classificar como um profissional de alta qualificação”, afirma.

A Medalha será entregue pelo professor Ronaldo Tadeu Pena, reitor da Faculdade, e pela professora Cecília Nogueira, coordenadora da Cooperação Institucional da UFMG (Copi) em cerimônia no Auditório da Reitoria, no campus Pampulha, em 15 de setembro.

Sempre UFMG
O Programa Sempre UFMG premia, com a Medalha de Honra, ex-alunos da UFMG pelo destaque profissional e contribuição social. A Medalha é um símbolo que manifesta o reconhecimento da Instituição àqueles que nela concluíram seu curso de Graduação, Mestrado ou Doutorado, e cuja atuação e realizações na vida profissional merecem destaque.

Segundo a portaria nº. 004, de 1º de Fevereiro de 2008, o evento, que antes acontecia anualmente, agora tem uma edição a cada Reitorado, preferencialmente no terceiro ano da gestão, em solenidade pública presidida pelo Reitor. Homenagens póstumas só podem acontecer por indicação do Reitor e professores da ativa ou aposentados não podem receber indicação para medalha.

A Faculdade de Medicina teve ex-alunos homenageados em todas as edições do prêmio. Foram premiados:

Célio de Castro, no ano de 2000

Henrique Antônio Santillo, em 2001

Aluisio de Andrade Faria, em 2002

Ivo Pitangui, em 2003

Wilson Luis Abrantes, em 2005

Quem é Paes Barreto

Francisco Paes Barreto nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, em 11 de janeiro de 1943. Cursou Medicina na UFMG, formando em 1965. Durante a graduação, Paes Barreto foi diretor do PH7 (Jornal do DAAB), representante da Congregação, vice-presidente do DCE, acadêmico-residente no Hospital Galba Veloso e orador de sua turma na cerimônia de colação de grau.

Merece destaque sua contribuição pessoal no processo de crítica e mudança nos hospitais psiquiátricos públicos estaduais, como o Instituto Raul Soares e o Hospital Barbacena.

Paes Barreto atua na cena pública desde o início da década de 1970, sendo um dos líderes da Reforma Psiquiátrica e do Movimento Lacaniano em Minas Gerais. Atualmente, trabalha como Psiquiatra e Psicanalista, atendendo em consultório particular, e atua como supervisor clínico do Núcleo de Investigação de Anorexia e Bulimia (NIAB) do Hospital das Clínicas da UFMG.

É também membro do Corpo Docente do Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais e da Diretoria Adjunta da Seção Minas da Escola Brasileira de Psicanálise.

Breve currículo
– Diretor Clínico do Ambulatório Central Roberto Resende, da FEAP-
Fundação Estadual de Assistência Psiquiátrica;

– Presidente do Departamento de Psiquiatria Associação Médica de Minas Gerais e da Associação Mineira de Psiquiatria;
– Preceptor da Residência de Psiquiatria do Instituto Raul Soares (FHEMIG), durante 20 anos, duas vezes preceptor-chefe;
– Coordenador de Saúde Mental da Fundação Hospitalar de Minas Gerais – FHEMIG;
– Supervisão Clínica no Instituto Raul Soares, em Cersam (Noroeste,
Barreiro, Leste), no Hospital das Clínicas da UFMG (Psicologia), no Hospital IPSEMG (Casa Verde);
– Presidente da Comissão de Regulamentação da Lei Carlão (lei estadual
de Reforma Psiquiátrica, em Minas Gerais);
– Membro-fundador da Associação Mineira de Defesa do Meio Ambiente;
– Fundador e Presidente do Colégio Mineiro de Psicanálise;
– Diretor Geral do Instituto de Psicanálise e Saúde Mental de Minas Gerais;

– Presidente do Conselho da Escola Brasileira de Psicanálise.

– Supervisor clínico do Núcleo de Apoio Às Vítimas de Crimes Violentos,
– Membro do Grupo de Estudos Médicos (GEM), liderado por Célio de Castro.

– Conselheiro do Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais, no período da redemocratização, elaboração e discussão para o novo Código de Ética Médica ;

Leia também:
Medalhas de Honra anteriores

Redação : Eloisa Ribeiro – Estudante de Jornalismo

    Contador de visitas: 449 visualizações

    Veja também: