Acesso interno

Estudantes devem completar cadastro do Enade 2019

Prova será aplicada em novembro a concluintes de agosto de 2019 a julho de 2020.


    12 de agosto de 2019 - , ,


    O Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) é um dos indicadores que atestam a qualidade e excelência dos cursos e instituições de ensino superior do país. Neste ano, os estudantes concluintes da graduação dos três cursos da Faculdade de Medicina da UFMG irão prestar o exame, o que exigirá empenho para resultados satisfatórios e atenção às datas das etapas que precedem a avaliação.

    Os centros de graduação dos cursos da Unidade já realizaram o cadastro dos estudantes, que agora precisam acessar o ambiente virtual do Enade para confirmar os dados. Para acesso ao sistema, é preciso criar login e senha. As próximas etapas são para solicitação de atendimento especializado (2 a 13 de setembro) e preenchimento do questionário do estudante (2 a 21 de setembro).

    São considerados estudantes concluintes aqueles que tenham finalizado 80% ou mais da carga horária mínima do currículo e não tenham colado grau até o fim das inscrições da edição 2019, ou aqueles com previsão de integralização de 100% da carga horária do curso até julho de 2020. No caso do curso de Tecnologia e Radiologia, também são considerados os que já tenham atingido 75% da carga horária.

    O Enade é componente curricular obrigatório para que o estudante cole grau e obtenha o diploma. A prova será aplicada em 24 de novembro e a divulgação do aluno em situação regular será a partir de 2 de janeiro. Portanto, os alunos só conseguirão colar grau após essa data.

    Sobre o exame

    O Enade integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), que também é composto por avaliação dos cursos de graduação e da instituição. O exame avalia o rendimento em relação aos conteúdos programáticos, habilidades e competências adquiridas em sua formação. Para a avaliação, o estudante precisa responder a 10 questões de formação geral, duas discursivas e oito de múltipla escolha e 30 específicas da área de estudo, das quais três serão discursivas e 27 de múltipla escolha.

    A professora e coordenadora do Colegiado de Tecnologia em Radiologia, Luciene das Graças Mota, avalia que o último resultado ficou aquém do esperado. Por isso, reforça a importância do exame. “O curso depende do bom resultado no Enade para recursos financeiros e os alunos precisam para o currículo e a profissão, uma vez que uma instituição e um curso bem avaliados são mais valorizados no mercado profissional”, enfatiza.

    Taciana de Figueiredo Soares, professora e coordenadora do Colegiado de Medicina, também ressalta a importância do empenho de todos os envolvidos. “O Enade tem outras avaliações além do exame para dar índice aos cursos. O resultado vai dizer se é um curso de excelência. Por isso, é importante que todos estejam empenhados”, enfatiza.

    A professora e coordenadora do Colegiado de Fonoaudiologia, Adriane Mesquita de Medeiros, acrescenta que o índice também permite que a Instituição avalie a qualidade do seu ensino. “Esse curso tem sido bem avaliado nos últimos anos, e essa é um dos cursos, a partir dos resultados, fazer em uma avaliação sobre o que é preciso ser melhorado, serve como um indicador tanto para os alunos quanto para a Instituição”, analisa.

    Confira o cronograma das atividades do Enade:

    Clique na imagem para ampliar.

    Mais informações estão disponíveis no edital da prova.