Film İzle | karımı gördünüz mü izle
Entrevista com os candidatos à Diretoria da Faculdade – Chapa 1 – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Internas

Entrevista com os candidatos à Diretoria da Faculdade – Chapa 1


Publicado em: Consulta EleitoralInternas - 24 de novembro de 2017

Confira a entrevista com os candidatos à Diretoria da Faculdade de Medicina da UFMG para a  Gestão de 2018 a 2022

Foto: Carol Morena

Chapa 1: Professor Marco Aurélio Romano-Silva e professora Maria Aparecida Camargos Bicalho 

O que motivou a candidatura da chapa à Diretoria da Faculdade de Medicina da UFMG?Chapa 1 – Acreditamos estar em um momento da carreira adequado para contribuir com a FM-UFMG, uma vez que reunimos as características necessárias para abordar os desafios presentes e futuros à frente da nossa Faculdade. Estarmos preparados significa ter acumulado bagagem sobre a instituição e sistemas com os quais ela interage, sua complexidade e diversidade. Diversidade essa que se beneficia da alternância de ideias na gestão e é nutrida pela liberdade acadêmica, onde cada um define sua trajetória de acordo com vocações individuais, mas inequivocamente contribuindo para o conjunto da instituição.

Quais são suas principais propostas para a melhoria da formação dos estudantes de graduação da Faculdade de Medicina?
Chapa 1 –
Fomentar avaliações contínuas dos currículos para correções necessárias. Os cenários de prática devem ser aprimorados nos três cursos, com investimento em áreas físicas da Faculdade, estabelecimento de novos campos de estágios e ampliação dos existentes. É fundamental que os alunos possam usufruir de flexibilidade no currículo, para acomodar formações complementares que vêm de encontro às capacidades que os alunos deverão ter no século XXI. Devemos utilizar metodologias de ensino ativas e à distância e introduzir disciplinas optativas que ampliem a formação para o mercado.

A pós-graduação da Faculdade de Medicina da UFMG apresenta programas que atingem a nota máxima pela avaliação da Capes, outros, apesar de bem avaliados, têm espaço para melhorias. Quais são as propostas da chapa para atingir o nível de excelência nos demais programas?
Chapa 1 –
Reavaliarmos anualmente os programas, incentivando a interdisciplinaridade, internacionalização e promovendo a participação de Jovens Pesquisadores, garantindo renovação do corpo docente. A implementação de estruturas multi-usuário e de projetos temáticos, convergindo pesquisa, extensão, graduação e pós-graduação a fim de aumentar o contato entre os professores mais jovens e os mais experientes, otimizar os recursos e ampliar o alcance dos nossos cursos de pós-graduação. Efetivar Programas de MD/PhD (Médico-pesquisador ou de Mestrado Profissional associado a Residência Médica.

No fim do ano passado foi aprovada a Emenda Constitucional 95, que limita por 20 anos os gastos públicos e, neste ano, já começaram os cortes nos orçamentos da saúde e educação. Neste cenário, como pretendem trabalhar para manter a qualidade do ensino na Faculdade?
Chapa 1 –
Estamos diante de um cenário desafiador. Os recursos estão exíguos. Precisamos e devemos buscar fontes alternativas de financiamento. A Faculdade tem demonstrado sua grande capacidade de captação de recursos, sendo a maior parte do nosso custeio proveniente de projetos. Os recursos podem vir da interação com órgãos dos estados, municípios e federação, além de parcerias com a iniciativa privada, viabilizada pelo marco legal da inovação, que podem reduzir ainda mais a dependência do orçamento da União. Para isso, é essencial prospectar oportunidades e mapear as nossas competências.

Na opinião dos senhores, quais são as principais prioridades que precisam ser trabalhadas pela nova gestão da Faculdade de Medicina da UFMG?
Chapa 1 –
Após ouvir a comunidade, elencamos ações prioritárias para o início da gestão: discussões sobre carreira e regimes de trabalho docente, reintegração com o HC-UFMG e aproximação com o Risoleta Neves, remuneração por atividade assistencial e ação institucional para vagas docentes. Capacitação e titulação dos técnicos- administrativos, com atividades no campus Saúde. Planejamento do espaço físico: espaços de refeição e convivência, gabinetes para professores, áreas de estudo e creche. Discussão sobre cenários de prática dos 3 cursos de graduação e sobre currículo do PSU para a residência médica.

Leia também: Consulta Eleitoral Diretoria Faculdade de Medicina (2018-2022) – Conheça os candidatos

    Contador de visitas: 1.076 visualizações

    Veja também: