Encontro mundial discute melhorias na saúde


Publicado em: Notícias - 13 de agosto de 2009

Encontro discute maximização de sinergias em prol da Saúde Coletiva em âmbito global

Colaborar para melhorias da interação entre as iniciativas globais de saúde e os sistemas de saúde nacionais, especialmente para as populações mais vulneráveis do mundo. Essa foi a tônica das discussões, em torno da qual se reuniram, em Veneza, representantes de países como  Etiópia, Quirguistão,  Suíça, Somália, Gana, Namíbia, Bangladesh, França, Estados Unidos, Arménia, Camboja, Brasil e mais de 30 países, no último encontro convocado pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

O evento integrou a agenda do projeto Maximizando sinergias positivas entre os sistemas de saúde e as iniciativas da Global Health (MPS) e contou com a participação de representantes de ministérios da saúde, membros de instituições acadêmicas, agências das Nações Unidas, além de  iniciativas globais de saúde, tais como o Fundo Global de Luta contra a Aids,  Tuberculose e Malária, Global Alliance for Vaccines and Immunization (GAVI), World Bank Multi-Country HIV/AIDS Program (MAP) and the US President’s Emergency Plan for AIDS Relief e membros da sociedade civil.

Representando o Brasil, Francisco Eduardo de Campos,  Secretário da Gestão do Trabalho e da  Educação na Saúde, membro do Conselho Executivo da OMS e professor titular da Faculdade de Medicina. Segundo Campos, o objetivo centrou-se nas discussões sobre a melhor forma de prestar ajuda aos países, além de identificar maneiras de apoio às suas diferentes necessidades e prioridades da saúde em matéria de organização sanitária.

Lançado em 2008 pela OMS, com apoio finaneiro do governo da Itália, o MPS   foi criado para trazer clareza sobre questões relacionadas à saúde e aos sitemas de saúde.  Hoje, o esforço envolve gestores, pesquisadores e interessados em todo o mundo num esforço de colaboração cujos objetivos são intercambiar com os  parceiros globais de saúde, concentrar nas formas inovadoras de aumentar o financiamento para os sistemas de saúde além de desenvolver uma compreensão mais clara de qual a melhor forma de acelerar os progressos da saúde e os recursos estratégicos. Ao final da reunião os participantes emitiram uma declaração de onze itens sob o título Venice Draft Concluding Statement on Maximizing Positive Synergies between health systems and Global Health Initiatives. Leia o documento e saiba mais aqui.

Comunicação Nescon
(31) 3409-9790  comunicacao@nescon.medicina.ufmg.br

    Contador de visitas: 417 visualizações

    Veja também: