Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Doença Falciforme é tema de rádio alemã


Publicado em: Notícias - 30 de outubro de 2009

A rádio Deutsche Welle – empresa internacional de comunicação da Alemanha – produziu, nas últimas semanas, uma edição especial do programa “Contraste” sobre a doença falciforme.

Apoiado na realização do V Simpósio Brasileiro de Doença Falciforme e outras Hemoglobinopatias, o programa foi veiculado pela rádio em Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique e  São Tomé e Príncipe – nações que compõem o Palop (grupo de Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) – e também no Timor-Leste, país situado no sudeste asiático.

A matéria abordou a origem da doença no continente africano; a detecção precoce através da triagem neonatal; as ocorrências relacionadas como anemia profunda, inchaço do baço e infecções; e a relação indireta da doença com a malária, também um sério problema de saúde pública no continente africano.

O professor José Nelio Januario, diretor geral do Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico (Nupad), a coordenadora da Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doença Falciforme, Joice Aragão de Jesus, e os pediatras Margarida Correia, de Angola, e Kwaku-Ohene Frempong, de Gana, foram alguns dos especialistas entrevistados para a reportagem.

Na tarde do último sábado, 24 de outubro, a rádio Itatiaia – parceira da rádio alemã em Minas Gerais – também exibiu a matéria, na íntegra, durante o programa Chamada Geral. Para ouvir a edição do Programa Contraste sobre doença falciforme, clique no link abaixo:

“Anemia falciforme, uma doença que mata 200 mil crianças por ano em África”

O site da Deutsche Welle disponibiliza ainda um resumo escrito do conteúdo. Clique aqui para acessá-lo.

Redação: Setor de Divulgação e Comunicação Social do Nupad

    Contador de visitas: 572 visualizações

    Veja também: