Film İzle | karımı gördünüz mü izle
Diferentes sintomas podem indicar o câncer de mama – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Diferentes sintomas podem indicar o câncer de mama


Publicado em: ExternasSaúde - 29 de outubro de 2014

Roda de conversa sobre o câncer de mama.

A dona de casa Raquel Cordeiro, 43 anos, moradora de Poços de Caldas (MG), é mãe de quatro filhos e já passou por duas cirurgias para a retirada de nódulos no seio. Agora, se prepara para o terceiro procedimento. “Não tenho medo, o que tiver que enfrentar, enfrento”, diz, confiante.

Assim como Raquel, que acompanhava a sobrinha Maria Luiza em tratamento para a fibrose cística, outros responsáveis por pacientes da triagem neonatal estiveram no Centro de Educação e Apoio Social (Ceaps) do Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina da UFMG (Nupad) na segunda-feira, 27, e participaram de roda de conversa sobre o câncer de mama.

A atividade, coordenada pelo enfermeiro Bernardo Romanelli, buscou informar sobre a doença e alertar para a importância do diagnóstico precoce. A ação faz parte do Outubro Rosa, mobilização mundial de conscientização sobre o tema.

Autoexame e mamografia
O autoexame dos seios, capaz de auxiliar o diagnóstico do câncer de mama ainda em fase inicial, deve ser realizado pela mulher todos os meses, idealmente a partir dos 20 anos.

A recomendação é que ele seja feito em frente ao espelho, observando-se o formato, tamanho e contorno das mamas; durante o banho, enquanto a mulher se ensaboa, o que permite que as mãos percorram melhor as mamas; ou enquanto a mulher estiver deitada, com uma toalha ou travesseiro abaixo dos ombros, para facilitar a apalpação. “Deve-se usar as pontas dos dedos, em movimentos circulares, iniciando na região externa superior da mama (perto da axila) até a aréola dos seios”, explicou Bernardo. A mulher deve também apertar o bico dos seios para verificar se é expelida alguma secreção.

Recomenda-se ainda que o exame ocorra aproximadamente uma semana após o término da menstruação, pois neste período as mamas encontram-se geralmente maiores e mais inchadas, endurecidas e doloridas, o que pode prejudicar a realização do autoexame.

Por sua vez, a mamografia, exame diagnóstico para o câncer de mama, é indicada para todas as mulheres a partir dos 40 anos e deve ser feita, pelo menos, uma vez ao ano.

Sintomas
Além do nódulo interno e da secreção, o câncer de mama apresenta outros sintomas perceptíveis por meio do autoexame. Entre eles estão a erosão de pele, vermelhidão ou ardor, veia crescente, afundamento do mamilo e assimetria dos seios.

Jóviana Maria, 25 anos, de Conceição do Mato Dentro (MG), também assistiu às explicações sobre a doença. Ela contou que após assistir a uma palestra em sua cidade, sobre o câncer de mama, aprendeu sobre o autoexame e os sintomas da doença. “Há seis meses estou com uma secreção no bico dos seios, mas só depois de ouvir a enfermeira, durante a palestra, decidi procurar uma ginecologista”, revela.

Leia a matéria completa na página do Nupad.

    Contador de visitas: 794 visualizações

    Veja também: