Acesso interno

Dia das Crianças na Faculdade aproxima público infantil do ambiente universitário


15 de outubro de 2019 - , , ,


A criançada participou de oficinas e brincadeiras lúdicas e pedagógicas. Foto: Carol Morena.

Nesta terça-feira, 15 de outubro, a Faculdade de Medicina da UFMG comemorou o Dia das Crianças, celebrado em 12 de outubro, integrando também a comemoração do Dia do Servidor, lembrado no dia 28 deste mês, com o “ABC na Faculdade – Aprender, Brincar e Conhecer”. Com programação das 13h às 17h, na rotatória, saguão de entrada, entre outros espaços da Instituição, a meninada pode se divertir e conhecer um pouco do trabalho de seus pais, que são servidores da Unidade. O dia também foi uma oportunidade para os profissionais compartilharem momentos com os filhos durante o recesso escolar das crianças.

“Esse dia foi pensado porque gostaríamos de trazer as crianças para viver o trabalho do pai, ver que os pais ficam um tempo fora, mas que é por uma situação nobre, que é o trabalho. E, ao mesmo tempo, proporcionar uma tarde prazerosa, com brincadeiras”, comenta a vice-diretora da Faculdade, Alamanda Kfoury.

Atividades lúdicas e pedagógicas foram planejadas pelo Departamento de Pediatria da Faculdade. Fotos: Carol Morena.

O evento contou com a participação de mais de 30 crianças, 12 voluntários e integrantes do projeto Doutores Só Riso. A criançada participou de oficinas e brincadeiras lúdicas e pedagógicas, visitou o biotério da Instituição e o Centro de Memória, e pode se deliciar com pipoca e algodão doce. Todas as atividades foram pensadas pela Diretoria, Gestão de Pessoas, o Centro de Comunicação Social e Departamento de Pediatria da Faculdade, além do projeto Doutores Só Riso, para garantir a segurança das crianças, como o uso de tintas antialérgicas. Além disso, a meninada foi acompanhada pelos pais ou responsáveis.

Uma das atividades para que o público infantil se sentisse à vontade no ambiente, foi a quebra da síndrome do jaleco branco, que é o medo irracional de médicos, hospitais e objetos ou situações específicas de saúde. Os Doutores Só Riso, vestidos de palhaço, mas usando jaleco branco, entraram em ação com brincadeiras e outras estratégias para prevenir essa síndrome e divertir as crianças.

“Desenvolvemos a criatividade, alegria e pureza das próprias crianças.  É interessante fazer com que elas se sintam à vontade no meio dos adultos, por que amanhã elas serão adultas. E as oficinas fazem com que cresçam mais solidarias porque não é só a questão da brincadeira, eles estão aprendendo”, contou o Doutor Só Riso, Marco Aurélio, o Dr. Popo.

Rafael, à frente, e sua turma se divertem em tarde de lazer na Faculdade. Foto: Carol Morena.

Para Rafael, de 10 anos, o momento foi para sair da rotina e ter novas experiências. “O pessoal é bem divertido, sabem animar todo mundo. Eu aprendi que é bem melhor se divertir fora das telas do celular e da tecnologia”, avaliou.

Rafael estava acompanhado pela secretária do Departamento de Anatomia Patológica e Medicina Legal da Faculdade de Medicina, Maria Célia Graveli Neves. Segundo ela, o “ABC na Faculdade” foi uma excelente oportunidade para que a meninada tivesse contanto com a Universidade. “Eu achei bastante legal essa iniciativa, os meninos estão se divertindo muito, eles gostaram muito de conhecer aqui. E eu achei muito bom eles estarem em contato com a faculdade que pode ser o futuro deles. É bom para eles verem onde trabalhamos e o que fazemos”, ressaltou.  

Confira a galeria de imagens:

(Fotos: Carol Morena)

Aproveite para conferir toda a galeria e baixar as fotos clicando aqui.