Notícias Externas

Dançarinos ensinam Lindy Hop no Quinta Cultural


Publicado em: ExternasNotícias - 16 de maio de 2019

Foto: Carol Morena

A dança surgiu no final dos anos 20, mas continua atual nas apresentações do grupo BeHoppers. As coreografias de Lindy Hop contagiaram o público no Quinta Cultural desta quinta-feira, 16 de maio. Alunos, funcionários e comunidade em geral arriscaram passos da dança criada no famoso bairro Harlem, dos Estados Unidos, durante aulão promovido pelo grupo.

Confira o depoimento de alunos e de integrante do BeHoppers sobre a apresentação e esse estilo de dança:

Ermelinda Rodrigues, estudante do curso de Medicina da UFMG:

“Gostei do estilo porque deixa a gente se soltar e permite uma interação com os colegas de dança. Acho muito interessante trazer um estilo de dança mais antigo para o momento atual, colocando os jovens para dançar”.


Marcus Vinícius, estudante do curso de Medicina da UFMG (à direita):

“A Quinta Cultural sempre traz boas atrações, e é o tipo de evento que vem para suprir a necessidade de atividades culturais no campus Saúde”.




Bárbara Caldeira, estudante do curso de Gestão de Serviços de Saúde da UFMG:

“É um momento que corta o peso da rotina e ajuda a aliviar a cabeça. O Lindy hop é divertido, acessível e dá pra ver que vários tipos de pessoas podem participar ou se divertir assistindo”.


Marina Campos, integrante do grupo BeHoppers (segunda à esquerda):

“O objetivo do BeHoppers é divulgar o Lindy Hop, para isso a gente busca ocupar espaços diversos com a dança e captar um público espontâneo. É uma dança que dá liberdade para expressar a própria corporalidade, já que apesar de ser uma dança muito técnica, tem espaço para o improviso”.

O Quinta Cultural é um projeto atualmente coordenado pela Faculdade de Medicina da UFMG que oferece um espetáculo diferente e gratuito todos os meses no campus Saúde da UFMG.

Veja galeria de imagem:


Fotos: Carol Morena

    Contador de visitas: 143 visualizações

    Veja também: