Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

Curso sobre malária ultrapassa 1.500 profissionais capacitados


Publicado em: ExternasNotícias - 7 de dezembro de 2017

A segunda edição do curso de “Treinamento da prevenção e vigilância da malária na região amazônica”, oferecido pelo Centro de Tecnologia em Saúde da Faculdade de Medicina da UFMG (Cetes) capacitou, de setembro a dezembro de 2017, profissionais de nove países que atuam com malária.

Oferecido na modalidade de extensão para capacitação a distância, o curso contou com a participação de profissionais de países que fazem fronteira com a Amazônia: Venezuela, Perú, Equador, Colômbia, Suriname, Guiana, Bolívia, e Honduras, além do Brasil.

O Brasil  teve o maior número de inscritos  com 40% dos alunos, seguido do Perú, com 29%, Equador, com  13%, Venezuela, com  9%, Colombia, com 5%, Guiana e Honduras, com 1,5% cada e Suriname com 1%.

Os médicos foram a maioria, com 25% da participação no curso. 10% dos capacitados são enfermeiros, e os 65% são biólogos, bioquímicos e outros profissionais que atuam com malária.  Somando à edição anterior, realizada em 2009, que contou também com a participação do Paraguai e de Angola, já são 1.508 profissionais capacitados.

O curso é uma parceria da UFMG, Fiocruz e Organização do Tratado da Amazônia (OTCA), e é coordenado pela professora Alaneir de Fátima dos Santos, vice-coordenadora do Cetes,  responsável pelo acordo de cooperação com a OTCA.

    Contador de visitas: 110 visualizações

    Veja também: