Film İzle | karımı gördünüz mü izle
História – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais

Faculdade de Medicina da UFMG

Em março de 1911, a Sociedade Médico-Cirúrgica de Minas Gerais criava a Escola de Medicina de Belo Horizonte, a quarta implantada no Brasil. A sede era um palacete no centro da capital mineira. Em 1927, a instituição passou a constituir a Universidade de Minas Gerais, federalizada em 1949, junto com as outras três escolas de nível superior até então existentes em Belo Horizonte: Faculdade de Direito, Escola de Engenharia e Escola Livre de Odontologia, que incluía o curso de Farmácia.

A turma de 1960 inaugurou o atual edifício da Faculdade. Quem ministrou a primeira aula foi o presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira, ex-aluno, benfeitor e, a partir daquela data, professor honorário.

Na década de 60 também foi implantada a Residência Médica, com estágios de médicos graduados em várias clínicas. Em 1968, era a vez da implementação da pós-graduação da Faculdade, com a criação do Doutorado em Oftalmologia.

Nos últimos anos, a Faculdade de Medicina viveu uma melhora expressiva na titulação docente e uma conseqüente expansão do número de projetos de pesquisa e de publicações, sempre conjugados com a formação teórica e prática dos estudantes.

O processo de crescimento da Faculdade de Medicina tem sido permanente. Na graduação, em 1917, a primeira turma totalizava 17 formandos em Medicina; em 1933, foram 60. Em 1965, as entradas foram fixadas em 160.

Em 1969, a pressão pela formação de um número maior de profissionais dobrou o número de vagas para 320, divididas em duas entradas semestrais. Esse número de vagas é mantido até hoje.

Em 1977 foi criado o Centro de Pós-Graduação que, hoje, compreende os programas de pós-graduação “stricto sensu” e “lato sensu”. São oito programas nos níveis de mestrado e doutorado e um no nível de especialização.

Em 1º de julho de 1999, foi criada a graduação em Fonoaudiologia. A primeira turma ingressou na universidade em 2000 e desde então, 50 profissionais formam anualmente.

Em 2010, foi criado o curso de Tecnologia em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, atendendo às demandas sociais crescentes nessas áreas. Em 2011, a instituição chegou aos 100 anos desde a sua fundação.