Comesp debate atenção primária à saúde


Publicado em: Notícias - 8 de setembro de 2010

Começou hoje o V Congresso Mineiro de Epidemiologia e Saúde Pública (V Comesp), que conta com parceria do Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFMG e é organizado pela Associação Mineira de Saúde Coletiva (Amep).

A mesa de abertura debateu a Experiência Mundial Em Atenção Primária e o cenário nacional, e teve a participação de Newton Lemos (Opas) e ainda Eugênio Vilaça Mendes, consultor da Secretaria de Estado de Saúde de MG. O debate foi mediado pelo Secretário Municipal de Saúde de Belo Horizonte, Marcelo Gouvea Teixeira.

Coordenada pela professora Maria Rizoneide Negreiros de Araújo, pesquisadora do Nescon, a mesa 2 debateu as Redes de atenção em saúde: coordenação do cuidado, e teve participação de Kênia Lara Silva, da Escola de Enfermagem da UFMG, Eugênio Vilaça Mendes, Janete Maria Ferreira e Sônia Gesteira de Matos, ambas da Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte.  Para Negreiros, saúde é questão de política pública e independe de partido.

Entre os destaques de hoje, a Conferência Magna: Atenção Primária À Saúde: Agora Mais do que Nunca, será proferida às 19h30 pelo professor César Augusto de Barros Vieira, do Departamento de Medicina Preventiva e Social da Faculdade de Medicina da UFMG (MPS).

A programação, que vai até o dia 11 de setembro, inclui 14 mesas, debate entre representantes dos candidatos ao governo de Minas Gerais, promovido pelo Núcleo Cebes e Amep, além de apresentações de trabalhos (oral e pôster) e atividades na Tenda Paulo Freire.

Nescon no V Comesp

No dia 10, às 10h30, a mesa Economia em saúde e alocação de recursos em Atenção Primária terá a coordenação da professora Eli Iola Gurgel e exposição de Mariângela Leal Cherchiglia, ambas do MPS e do Grupo de Pesquisa em Economia da Saúde do Nescon (GPES). No mesmo dia, às 13h30, o mestrando em Saúde Pública da Medicina, Orozimbo Henriques Campos Neto, integrante do GPES, apresentará estudo desenvolvido pelo grupo, a Judicialização da Saúde e as influências sobre assistência farmacêutica na Atenção Primária.  O estudo trabalha com um banco de dados construído a partir das 6.315 ações impetradas contra a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, entre 1999-2009, onde foram requeridos 11.349 medicamentos, entre os quais, 1.512 (13,3%), representando um total de 77 princípios ativos, fazem parte da lista de medicamentos da atenção primária do estado. Confira local da apresentação.

No dia 11, às 10h30, será debatido o Ensino e reflexões em saúde coletiva, que contará com a participação do professor Edison Corrêa, coordenador em exercício do Nescon. Ele debaterá a iniciativa de capacitação em larga escala de profissionais da Saúde da Família e o Curso de Especialização em Atenção Básica em Saúde da Família (CEABSF), que conta atualmente com mais de 1.400 alunos em processo de qualificação.  Desta mesa também participam a doutoranda em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina UFMG, Liliane de Lourdes Teixeira Silva, Celina Maria Modena,  da  Fiocruz e  Rubensmidt Ramos Riani,  Coordenador do Canal Saúde da  Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais.

Eixo temático
A escolha do eixo temático desta edição do Comesp remonta ao relatório anual da Organização Mundial de Saúde (OMS), de 2008, no qual foi enfatizado que os países adotem cuidados primários de saúde em suas políticas numa tentativa de combater as desigualdade e ineficiências de saúde. À época, o documento destacou o Brasil como exemplo de iniciativas ressaltando a Estratégia de Saúde da Família e os observatórios de Recursos Humanos em Saúde.

Todas as atividades do V Comesp acontecem no Auditório do Colégio Monte Calvário – Av. do Contorno, 9384 – Barro Preto – BH e no Prédio Novo da Escola de Saúde Pública, Unidade Geraldo Campos Valadão: Rua Uberaba 780, Barro Preto.  A programação está disponível no www.vcomesp.amep.org.br.

Outras informações pelo telefone (31) 2526 3606 (de 14h às 18h) ou pelo e-mail amep@amep.org.br.

Redação: com Assessoria de Comunicação do Nescon

    Contador de visitas: 228 visualizações

    Veja também: