Notícias Externas

Começa hoje especialização para médicos do Provab


Publicado em: ExternasNotícias - 6 de abril de 2015

Cerca de 210 médicos integrantes do Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (Provab) começam hoje, 6 de abril, o Curso de Especialização Estratégia Saúde da Família (CEESF) oferecido por meio do Núcleo de Educação em Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFMG (Nescon). Esta edição do curso termina em fevereiro do ano que vem e atende os estados de Minas Gerais e Alagoas, sendo ofertado pela UFMG e UFAL.

Até o ano passado, o CEESF atendia aos conveniados como o caso de Brasil e Cuba ou a Organização Pan-americana de Saúde. Mas, este semestre, as vagas foram destinadas apenas aos médicos brasileiros do Provab. “Esta é a principal diferença deste ano. Estes profissionais aderiram ao Programa agora e estão trabalhando nas áreas remotas ou periféricas desde o início de março”, explica o vice-coordenador do Nescon, Edison José Corrêa. Ele ainda, conta que os médicos selecionados nas outras duas etapas do Programa farão o curso de especialização com entrada em agosto.

A redução no número de alunos também impactou mudanças como a seleção dos tutores. Para a atual demanda foram priorizados aqueles com mais experiência, que haviam atuando em outras etapas do Programa e desejavam continuar.  “Era costume entrar cerca de 400 tutores a cada semestre, mas isso diminuiu porque não houve necessidade”, pontua Edison. “Fomos impactados com o grande número de alunos nos dois últimos semestres. Essa redução foi até positiva em relação à administração e gestão, mas não faz muita diferença porque a oferta é à distância e temos estrutura para atender mais”, completa.

Edison também relata a importância do Nescon participar da formação destes profissionais e ser um modelo para outras universidades: “É um acumulo muito positivo à universidade trabalhar com a Saúde Coletiva e a formação de pessoal. Temos a questão do pioneirismo, a de ser inovador por buscar novas experiências e formas de aprendizado e a abertura do leque de ofertas desde graduandos a profissionais que já atuam”, conclui.

Atividades extras

Além do CEESF o Nescon atende demandas do Ministério da Saúde ofertando os “cursos livres” aos profissionais da área. Segundo Edison, através desta oferta o Núcleo também faz o acompanhamento de 170 médicos do Programa Mais Médicos.  “Temos uma perspectiva de ter uma relação maior com o estado de Minas Gerais e atender suas demandas. A nova gestão já nos procurou e estamos negociando a execução do curso de especialização para os gestores de saúde”, afirma.

Além disso, o Nescon está articulando o projeto “Faculdade do Século XXI” que tem o objetivo de divulgar todo o material produzido pelo Núcleo aos alunos de graduação. Além da diretoria da Faculdade de Medicina da UFMG, o diálogo também está sendo feito com os colegiados e o Telessaúde a fim de fazer um programa unificado para beneficiar ainda mais a graduação.

    Contador de visitas: 526 visualizações

    Veja também: