O Colegiado do curso de Medicina da UFMG realizou, nos dias 23 e 24 de abril, um encontro, no Hotel Canto da Siriema, em Jaboticatubas, para discutir novas diretrizes para o Projeto Recriar/Pró-Saúde, que visa a reformulação do currículo do curso e melhor adequá-lo às necessidades da sociedade.

No primeiro dia, uma reunião ampliada especial, participaram, além dos membros do Colegiado, a Pró-Reitora Adjunta de Graduação, Carmela Maria Polito Braga, o diretor da Faculdade, Francisco Penna, o vice, Tarcizo Nunes, e vários estudantes, professores e chefes de departamento.

As discussões discorreram em torno de apresentações feitas pelos representantes das Comissões que compõem o projeto: “Atenção Secundária” (Henrique Oswaldo Gama Torres), “Internatos” (José Maurício Carvalho Lemos), “Integração Ciclo Básico/Ciclo Profissional” (Leonor Bezerra Guerra), “Atenção Primária em Saúde” (Cláudia Lindgren Alves), “Inserção Precoce” (Maria Goretti Guimarães Penido).

Na avaliação do professor André Cabral, coordenador do Colegiado, a reunião superou as expectativas estabelecidas. Ele acredita que tal empenho irá garantir que a meta de apresentar um projeto de reforma curricular até o final do ano possa ser cumprida.

“Essa é uma proposta que será amplamente debatida com a nossa comunidade, com seus vários segmentos, mas que já adquiriu maturidade suficiente para apresentar resultados práticos e levar ao aprimoramento do processo ensino-aprendizagem de nosso curso”, avalia Maria Isabel Toulson Correia, sub-coordenadora do Colegiado, afirmando confiança no sucesso da iniciativa.

Também confiantes estão as estudantes Luisa Lages de Abreu, aluna do 9° período, e Marcela Israel Rocha, do 2° período. “É muito positivo sentir que há professores, do nível desses aqui presentes, comprometidos com a reforma, mesmo! Discutindo os principais problemas e dispostos a colocar em prática as várias e ótimas idéias”, avalia, mas pondera: “Faltou a participação dos alunos”.

“O que eu mais gostei foi ver professores, chefes de departamento, discutindo formas de incluir o aluno no atendimento o mais cedo possível”, comemora, lembrando a angústia do idealismo dos calouros por fazer alguma coisa em favor do paciente.

O Recriar/Pró-Saúde
O Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES) e o Ministério da Educação, por intermédio da Secretaria de Educação Superior (SESu) e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), lançaram, em novembro de 2005, o Pró-Saúde – Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde.

O objetivo geral do Pró-Saúde é a integração de ensino e serviços, visando à reorientação da formação profissional de formas a assegurar uma abordagem integral do processo saúde-doença com ênfase na atenção básica.

Desta forma, espera-se transformar os processos de geração de conhecimentos, ensino e aprendizagem que levem à constante melhoria da prestação de serviços oferecidos à população na área da saúde. Da UFMG participam a Faculdade de Medicina, a Escola de Enfermagem e a Faculdade de Odontologia.


LEIA AS APRESENTAÇÕES
(PDF)

Atenção Secundária – Prof. Henrique Oswaldo da Gama Torres

Internatos Hospitalares – Urgência e Emergência em Saúde Coletiva – Prof. José Mauricio Lemos

Ciclo Pré-Clínico – Integração Ciclos Básico e Profissional – Profª. Leonor Bezerra Guerra

Ciclo Ambulatorial – Prof. Cláudia Regina Lindgren Alves

Iniciacao à Prática – Profª Maria Goretti Guimaraes Penido

    Contador de visitas: 939 visualizações

    Veja também: