Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


“É indispensável, para quem quer fazer o Vestibular UFMG 2012, fazer a inscrição no Enem porque ele substitui a prova de primeira etapa da UFMG”, declarou durante entrevista coletiva no campus Pampulha na manhã de hoje, 23 de maio, a pró-reitora de Graduação da UFMG, Antônia Vitória Aranha, ao salientar que o período de inscrição no Enem vai de hoje até o dia 10 de junho. As provas serão aplicadas nos dias 22 e 23 de outubro e 2011, de acordo com o MEC. A universidade adotou o Enem pela primeira vez no último vestibular em substituição à primeira etapa de seu vestibular.

Sobre uma das mudanças no Vestibular UFMG 2012, que consiste na aplicação de uma nova prova de português – Língua Portuguesa e Literatura Brasileira A – a 44 dos 75 cursos de graduação, a pró-reitora deixou claro que a decisão foi tomada tendo em vista a mensuração da capacidade de interpretação e de produção de textos dos alunos, além de manutenção da qualidade dos alunos que ingressam na universidade. “A demanda partiu de diversos colegiados e órgãos colegiados da própria universidade, como a Câmara de Graduação, que julgaram que é necessário aprimorar as habilidades dos alunos que ingressam na universidade”, destaca.

Segundo a pró-reitora, o português é de extrema importância, pois o domínio desse conhecimento permeia todas as áreas do saber. “Um dos colegiados que solicitou a prova de Português e Literatura foi, por exemplo, o de Matemática por entender que às vezes o aluno tem o raciocínio matemático, mas não tem capacidade de interpretar o que está sendo colocado para ele”, explica.

As datas para inscrição na segunda etapa da UFMG ainda não foram fixadas, mas, segundo a pró-reitora, acontecerão por volta do mês de agosto. Já sobre os dias em que serão aplicadas as avaliações de segunda etapa, ela diz que “o esforço da universidade é para que sejam na primeira quinzena de janeiro de 2012”.

Livros

Para os candidatos dos 44 cursos que farão prova Portuguesa e Literatura Brasileira não será exigida a leitura dos livros indicados para o concurso. A mudança está contida no edital dos programas das provas, aprovado pelo Conselho de Ensino e Extensão (Cepe). O anúncio foi feito dia 18 de maio pela pró-reitora de graduação, professora Antônia Vitória Aranha.

O edital define também que a prova de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira B será aplicada aos alunos dos cursos de Letras, Comunicação, Teatro e Dança, que deverão ler os livros Espumas flutuantes, de Castro Alves; Dom Casmurro, de Machado de Assis; Joias de família, de Zulmira Ribeiro Tavares; e Infância; de Graciliano Ramos. A obra Mar Absoluto, de Cecília Meireles, foi excluída da lista, por estar esgotada.

Outra alteração do edital é específica para os alunos do curso de Gestão de Serviços de Saúde que, além da prova de História, farão as de Matemática A e Língua Portuguesa e Literatura Brasileira A.

O edital dos programas das provas estará disponível ainda hoje na página da Comissão Permanente do Vestibular (Copeve), no endereço www.ufmg.br/copeve

(Redação: Assessoria de Imprensa Cedecom/UFMG)

 

    Contador de visitas: 721 visualizações

    Veja também: