Notícias Internas

Campanha alerta trabalhadores para restrições do uso de adornos


Publicado em: InternasNotícias - 8 de novembro de 2018

Estudos científicos apontam que os adornos usados nos setores assistenciais abrigam agentes patogênicos, aumentando o risco de infecções

Campanha alerta trabalhadores para restrições do uso de adornos

Nesta semana, o Hospital das Clínicas da UFMG lançou uma campanha para alertar os seus trabalhadores para as restrições do uso de adornos e calçados nas áreas assistenciais. Elas devem ser rigorosamente cumpridas por todos os profissionais e estudantes em atividade no hospital, visando minimizar o risco de contaminações e infecções hospitalares.

A campanha, intitulada “Adorno Zero”, orienta trabalhadores e estudantes sobre a Norma 066, que regulamenta o uso de adornos e calçados dentro do complexo hospitalar de acordo com as orientações da Norma Regulamentadora Nº 32 da Agência de Vigilância Sanitária. Diversos estudos científicos apontam que os adornos usados nos setores assistenciais abrigam agentes patogênicos, aumentando o risco de infecções e comprometendo principalmente a segurança do paciente.

Por isso mesmo, a partir de agora, alianças, anéis, pulseiras, relógios de uso pessoal, colares, brincos, broches, piercing expostos, gravatas, lenços, echarpes, cachecóis e crachás pendurados com cordões estão estritamente proibidos, assim como o uso de calçados abertos.

A exceção é para os trabalhadores administrativos lotados no 1º andar do prédio principal do HC-UFMG, não incluídos profissionais que atuam na Hemodiálise, CCIH e Divisão de Enfermagem. A fiscalização ficará por conta das chefias administrativas, médicas e assistenciais.


Redação: Assessoria de Comunicação social do HC

    Contador de visitas: 187 visualizações

    Veja também: