Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Internas

Avas21 ganha um espaço físico na Faculdade de Medicina


Publicado em: InternasNotícias - 7 de dezembro de 2017

Equipe do Avas21, diretoria da Faculdade e coordenadores do Cetes e do Nescon conhecem novo espaço do projeto. Foto: Carol Morena

Na tarde desta quinta-feira, 7 de dezembro, a equipe do Ambiente Virtual de Aprendizado em Saúde do Século 21 (Avas21), projeto de extensão da Faculdade de Medicina da UFMG, apresentou o seu espaço físico à Instituição. A sala, que fica no 6º andar, servirá como espaço para reuniões e realizações das atividades do projeto e será inaugurada oficialmente em 2018.

“Ainda que envolvidos com questões de telemedicina e telessaúde, conteúdos trabalhados a distância, que ficam na nuvem, um espaço físico tem uma simbologia muito grande. Ele significa que o Avas21 existe, não se dissipará do nada, dá importância a este projeto”, argumentou a coordenadora do Avas21 e professora do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG, Rosália Torres.

Professora Rosália Torres ressaltou a importância do espaço físico para o projeto. Foto: Carol Morena

“Acho que é sempre uma conquista quando se consegue ter um espaço aqui na Faculdade. Mas mais importante do que este espaço são as pessoas agregadas ao projeto. E tivemos um ganho importante para a equipe do Avas21: os alunos. Eles serão responsáveis por fazer o Avas pulsar. Estes jovens enxergam o futuro que queremos”, ressaltou Rosália. Ela ainda apontou que “é possível pensar grande” e que esta é a frase que move o projeto. “Temos sempre que pensar grande, no futuro, aliando a tecnologia à humanização, sem perder de vista as pessoas, que são únicas”, acrescentou.

Em complemento, o aluno do 10º período de Medicina da UFMG, Bruno Nascimento, disse que é importante os alunos terem o papel participativo, no sentido de direcionar o projeto. “Estamos em um mundo cada vez mais complexo, por isso acho interessante a existência do Avas21. Porque surgiu com a demanda. Ou seja, estamos aqui tentando atender essa demanda”, afirmou. “Assim, a participação dos alunos se torna fundamental, tanto para colocar em prática as propostas do projeto como apresentar as demandas. É importante esse intercâmbio de mão dupla com quem discute aqui e quem está dentro das salas de aulas”, enfatizou.

Para o subcoordenador do Avas21 e professor do Departamento de Medicina Preventiva e Social, Raphael Aguiar, a ideia do projeto está se tornando mais palpável. “Esta sala mostra isso, que existe confiança nesta ideia e que é importante para a Faculdade”, apontou. “Já que estamos passando por mudanças grandes, acho que o Avas 21 pode ser uma bússola, procurando entender quais serão seus impactos, saber as necessidade da educação, o que podemos implantar na Faculdade, o que pode ser planejado, como ser cada vez mais inclusivo”, completou.

O diretor da Faculdade de Medicina da UFMG, Tarcizo Nunes, lembrou a trajetória do Avas21 e disse estar feliz de ver até onde chegou e para onde está indo.  “Acredito na importância de um espaço para facilitar o desenvolvimento. Espero que, no futuro, essa ponte desenvolvida no Avas 21, já imaginada desde o começo do projeto, dê muitos frutos”, concluiu.

    Contador de visitas: 217 visualizações

    Veja também: