Da medicina do trabalho ao atual conceito de qualidade de vida do trabalhador. A evolução da saúde do trabalhador no mundo foi tema tratado pelo desembargador do Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais, Sebastião Geraldo de Oliveira, em palestra, na tarde de hoje, que marcou o encerramento do Curso de Gestão da Atenção à Saúde e Segurança do Servidor, parceria entre a Faculdade de Medicina da UFMG e a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH).

Aos presentes, o desembargador propôs uma visão geral sobre o tema no Brasil, relacionando diretrizes da constituição de 1988, legislação brasileira e convenções, mostrando que a área está avançando para a valorização da pessoa no país.

Sebastião Oliveira falou ainda da Política Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho (PNSST), instituída por decerto em 2011, que propõe uma mudança de paradigmas na visão de saúde ocupacional. “O direito não é mais receber adicionais, e sim encontrar um ambiente saudável de trabalho”, afirmou.  Ele lembrou ainda que o foco deixa de ser amparar o trabalhador, mas prevenir danos, e que a PNSST deixa de proteger o trabalho para, enfim, proteger o trabalhador.  “Espero que nossa ação possa alterar o destino, para melhor”, finalizou.

O curso
As turmas que concluíram o Curso de Gestão da Atenção à Saúde e Segurança do Servidor também foram diplomadas durante o evento. Mais de 50 profissionais das áreas de saúde, segurança no trabalho, recursos humanos, readaptação, gestão e perícia médica da PBH participaram do curso que teve carga horária total de 140 horas.

A proposta era capacitar os participantes a usarem as ferramentas para desenvolver sistemas de vigilância e promoção da saúde no serviço público municipal, além de sensibilizar os gestores sobre a necessidade de investirem em ambientes de trabalho saudáveis.

Coordenado pela professora do Departamento de Medicina Preventiva e  Social da Faculdade de Medicina da UFMG (MPS), Ada Ávila Assunção, o curso envolveu outros docentes do MPS, além de professores dos cursos de Enfermagem, Nutrição, Engenharia de Produção, Fisioterapia e Fonoaudiologia da UFMG.

    Contador de visitas: 1.209 visualizações

    Veja também: