Acesso interno

Atividades físicas e posturas adequadas para prevenir as dores nas costas

Programa de rádio Saúde com Ciência tira dúvidas comuns sobre os principais tipos de dores nas costas


    31 de outubro de 2014


    Programa de rádio tira dúvidas comuns sobre os principais tipos de dores nas costas

    saudecomcienciaNão existe idade para sentir dores nas costas – isso depende, entre outros fatores, do estilo de vida que cada um leva. Para se ter uma ideia, a Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula que cerca de 85% da população será acometida por essas dores.

    Em geral, pessoas mais velhas, principalmente acima dos 50 anos, são mais vulneráveis, mas os jovens não estão isentos. Felizmente, porém, a maior parte dessas dores tem causas tratáveis. “Sedentarismo, baixo condicionamento físico, obesidade e má postura para levantar peso são causas benignas, que podem ser prevenidas com práticas gerais de atividades físicas e exercícios posturais”, afirma o ortopedista e professor da Faculdade de Medicina da UFMG, Jefferson Leal.

    Crédito: www.einstein.br

    Crédito: www.einstein.br

    A forma incorreta de sentar na cadeira durante a jornada de trabalho também é lembrada pelo professor da Faculdade de Medicina, Lúcio Honório de Carvalho. Segundo ele, o ideal é que o tipo de encosto permita ao indivíduo ficar com os joelhos mais elevados em relação ao quadril, relaxando a musculatura.

    Já os exercícios físicos, além de ajudarem no tratamento de acordo com o caso do paciente, ainda podem evitar futuros incômodos na coluna. “Basicamente, não existe uma proibição. Todos os exercícios são bem-vindos, desde que haja um profissional para fazer essa interface de como está a sua coluna e quais são os exercícios mais indicados”, ressalta o neurocirurgião Aluízio Arantes, também professor da Faculdade.

    Durante as crises de dor, uma alternativa atual é, segundo Arantes, o uso do colete ortopédico, que faz uma imobilização temporária do local. “Certas escolioses, principalmente em jovens, são tratadas com o uso de coletes. É muito importante, por exemplo, campanhas nas escolas para chegar ao diagnóstico desses jovens, porque se for diagnosticado em fase inicial e fazer o uso do colete de forma disciplinada, você pode se curar e evitar uma cirurgia”.

    Tema da semana

    Diferentes tratamentos para jovens e idosos – principal grupo de risco –, como fisioterapias e cirurgias de hérnias de disco, são destaques deste Saúde com Ciência. O programa ainda desvenda alguns mitos e verdades, como os possíveis benefícios de colchões e travesseiros de penas ou água, e os malefícios do cigarro para a saúde da coluna. Confira a programação:

    Tipos de dores e sintomas mais específicos – segunda-feira (03/11/14)

    Principais fatores de risco – terça-feira (04/11/14)

    Prevenindo as dores nas costas – quarta-feira (05/11/14)

    Mitos & Verdades – quinta-feira (06/11/14)

    Tratamento – sexta-feira (07/11/14)

    Sobre o programa de rádio

    Saúde com Ciência é produzido pela Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG e tem a proposta de informar e tirar dúvidas da população sobre temas da saúde. De segunda a sexta-feira, às 5h, 8h e 18h05, ouça o programa na rádio UFMG Educativa, 104,5 FM. Ele ainda é veiculado em 77 emissoras de rádio de Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Estados Unidos. Também é possível conferir as edições pelo site do Saúde com Ciência.