Contação de histórias é acessível em Língua de Sinais

Marta fez história ao superar a marca de 95 gols de Pelé. Sônia Guimarães também: tornou-se a primeira professora negra do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Dividir essas histórias inspiradoras de protagonismo feminino com todos os públicos do Espaço do Conhecimento UFMG é a proposta da contação de histórias Mulheres Incríveis, que acontece no próximo sábado, 12 de janeiro, às 18h15.

A atividade será acessível em Língua Brasileira de Sinais (Libras). A atriz e intérprete Dinalva Andrade fará a tradução das narrativas aos visitantes surdos. A classificação indicativa é livre. Para participar, os interessados devem retirar uma senha gratuita na recepção.

Sábado com Libras
Desde 2015, o projeto atrai um público diversificado, com diferentes interesses e formações. Temas de ciência e arte são abordados nas atividades, voltadas para quem se comunica em Língua Brasileira de Sinais (Libras). Em caso de dúvida, os interessados podem enviar e-mail para libras.conhecimento@gmail.com0.

O Espaço do Conhecimento UFMG estimula a construção de um olhar crítico acerca da produção de saberes. Sua programação diversificada inclui exposições, cursos, oficinas e debates. Integrante do Circuito Liberdade, o museu é fruto da parceria entre a UFMG e o Governo de Minas. O Espaço está subordinado à Diretoria de Ação Cultural (DAC) da Universidade, é amparado pela Lei Federal de Incentivo à Cultura e conta com patrocínio da Unimed-BH, do Instituto Unimed-BH e da Petrobrás.

Serviço:

Contação de Histórias em Libras: Mulheres Incríveis
Quando: Sábado, 12 de janeiro, às 18h15
Onde: Espaço do Conhecimento UFMG – Praça da Liberdade, 700, Funcionários, BH.
Entrada: Gratuita
Em caso de dúvidas, enviar e-mail para libras.conhecimento@gmail.com

Redação: Comunicação Institucional do Espaço do Conhecimento UFMG

    Contador de visitas: 37 visualizações

    Veja também: