Film İzle | ufak tefek cinayetler son bölüm izle
As doenças do período chuvoso – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


As doenças do período chuvoso


Publicado em: Notícias - 10 de Janeiro de 2011

reprodução

Os deslizamentos, soterramentos e acidentes em estradas não são os únicos problemas típicos do período chuvoso em centros urbanos. Nessa época, também são comuns as doenças causadas por água contaminada, como leptospirose e hepatites A e E. Alguns cuidados básicos de higiene e uma política de saneamento, porém, podem ajudar a população a enfrentar os dias de chuva com saúde.

De acordo com o infectologista e professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da UFMG, Ênio Pietra Pedroso, nesse período, aumentam ainda os casos de infecções por bactérias intestinais, vírus intestinais (como o rotavírus e o hantavírus), além de cólera, salmonela e outras doenças provocadas pelo contato da água contaminada com alimentos.

“O simples contato com a pele ou com o olho aberto já é suficiente para pegar uma dessas doenças. São muito comuns, por exemplo, em áreas de enchente ou na zona rural, em locais onde há agricultura e animais, como porco e cachorro”, explica o professor. Nas cidades, segundo ele, a água que vem da chuva costuma arrastar o esgoto para dentro da canalização.

Além de estar atento para a procedência da água, alguns cuidados devem ser redobrados. De acordo com o professor, ao limpar a casa invadida pela chuva, as pessoas devem proteger a pele com botas, luvas e roupas impermeáveis. “O melhor desinfetante que temos é a água sanitária”, indica.

Além de serem causadas pela água contaminada, essas doenças também apresentam sintomas em comum. Os doentes costumam apresentar coceira na pele, diarréia, náusea, vômito, falta de fôlego e de ar, nariz escorrendo, dor de cabeça e de garganta e febre. “Quem tiver algum desses sintomas deve procurar um posto de saúde ou unidade de pronto-atendimento. E nunca se automedicar”, alerta Ênio Pietra.

    Contador de visitas: 399 visualizações

    Veja também: