Notícias Externas

Aplicativo do HC-UFMG sobre Cuidados Paliativos é um dos mais baixados do Brasil


Publicado em: ExternasNotícias - 21 de fevereiro de 2017

Software educativo, lançado no último dia 5, já contabiliza mais de 1.600 downloads 

Um software sobre Cuidados Paliativos criado pelo Centro de Telessaúde do Hospital das Clínicas de Minas Gerais (HC-UFMG), administrado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebser), para orientar profissionais de saúde colocou o hospital no ranking de aplicativos mais baixados do Brasil. Intitulado “Cuidados Paliativos: HC-UFMG”, o app, lançado no último dia 5, é o segundo da área médica com mais downloads realizados nos últimos 15 dias.

O aplicativo foi instalado em cerca de 1.674 aparelhos. Para efeito comparativo, um app sobre o mesmo tema desenvolvido pela Rentix Sistemas e lançado no dia 19 de janeiro contabiliza, até o momento, menos de 100 downloads.

Segundo a analista de sistemas do Centro de Telessaúde do HC-UFMG, Thábata Sá, o fato de o software não ser restrito a profissionais de saúde e de se tratar de um hospital universitário impulsionou a adesão. “Não tivemos nenhuma campanha de divulgação. Considerando apenas o boca a boca, é um número extraordinário”, garante.

Desenvolvido pelos médicos do HC-UFMG Taís Marina de Souza, Laila Carine Ferreira Lodi Junqueira e Munir Murad Junior, o aplicativo vai ajudar a agregar qualidade à vida do paciente portador de doenças complexas ameaçadoras da vida e a aliviar o sofrimento.

Como funciona

O app é divido em quatro partes. A primeira, teórica, explica o que são os Cuidados Paliativos, um conjunto de práticas que ajuda a aliviar o sofrimento e agregar qualidade de vida ao processo de morrer.

As duas estas seguintes avaliam a escala funcional e outros sintomas do paciente, respectivamente. “Por meio de um questionário, o profissional avalia como está o dia a dia do paciente, como por exemplo, se ele consegue caminhar sozinho. Também há uma avaliação rápida e simples dos principais sintomas relatados, em que é possível identificar se há necessidade de mudança no tratamento” explica a médica Taís Marina de Souza.

Depois de preenchido, o questionário gera um percentual que identificará qual é a faixa de dependência da pessoa, trazendo sugestões de cuidados logo em seguida. Além disso, há um passo a passo para auxiliar o profissional na comunicação das más notícias. O download gratuito pode ser feito através da Google Play.

Ebserh

A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação, administra atualmente 39 hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas. O órgão, criado em dezembro de 2011, também é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nos 50 hospitais que integram a rede. Além disso, atua em conjunto com as universidades federais para a gestão de seus respectivos hospitais.

Com Assessoria de Imprensa do Hospital das Clínicas da UFMG.

    Contador de visitas: 1.815 visualizações

    Veja também: