Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


O professor Andy Petroianu é o perfil do Projeto Pesquisadores deste mês. Foto: Carol Morena.

Para o professor Titular do Departamento de Cirurgia da Faculdade de Medicina da UFMG, Andy Petroianu, não há um momento exato em que se descobriu médico ou pesquisador. De acordo com ele, sua curiosidade, a vontade de desvendar o desconhecido e seu gosto em executar o que chama de “arte da medicina” fizeram com que se tornasse cirurgião referência de forma natural.

Um pouco desta trajetória, entre a criança romena egressa do seu país e o médico referência em baço, por exemplo, é contada no site do Projeto Pesquisadores deste mês. O professor não decidiu só pesquisar e publicar mais de 100 trabalhos sobre um dos órgãos menos estudado do corpo humano, pois, segundo Petroianu, um cirurgião não pode entender de uma coisa só. Ele também realizou pesquisas, incluindo publicações de livros, como as sobre movimentos do estômago e da musculatura lisa intestinal, câncer de cabeça e pescoço, metabolismo do cálcio em alcoolismo, transplante de traqueia e apendicite.

O professor conta que das 105 distinções e homenagens que recebeu, a maioria por trabalhos médicos e científicos, orgulha-se de ter sido agraciado com a Cidadania de Belo Horizonte, pela Câmara dos Vereadores em 1984, por seus trabalhos beneficentes. “E também de ter vencido a corrida (Hemo run) de 5 km durante o Congresso Brasileiro de Hematologia, no qual era conferencista, em 2002, na cidade de Salvador, e que me rendeu uma passagem para Espanha”, lembra.

Confira a história de Andy Petroianu e dos demais professores apresentados no Projeto Pesquisadores em www.medicina.ufmg.br/projetopesquisadores.

O Projeto

Com o objetivo de valorizar a produção científica da Faculdade de Medicina da UFMG, o Centro de Pesquisa (CPq) e o Centro de Comunicação Social (CCS) produzem o “Projeto Pesquisadores”.

O projeto traz a cada mês, por meio de áudio e texto, a história de vida e o percurso na ciência de um pesquisador reconhecido pelos seus pares na UFMG, no Brasil e no exterior, com participação nos programas de pós-graduação da Faculdade de Medicina.

    Contador de visitas: 1.959 visualizações

    Veja também: