Film İzle | karımı gördünüz mü izle
Andropausa: a menopausa do homem – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Andropausa: a menopausa do homem


Publicado em: Divulgação Científica - 10 de junho de 2013

Doenças mais comuns em mulheres, mas que também afetam os homens, como câncer de mama, anorexia e osteoporose, estão em destaque no programa de rádio desta semana.

Ondas de calor, insônia, cansaço e irritabilidade. Para esses sintomas combinados, pode existir uma mulher na sua menopausa. Mas é importante lembrar que eles também se aplicam ao distúrbio androgênico do envelhecimento masculino: a andropausa.

Ambas as condições são caracterizadas pela queda dos hormônios sexuais, mas enquanto a redução dos estrógenos atinge todas as mulheres, marcando o fim de seu período fértil entre os 45 e os 55 anos, nos homens a queda da produção de testosterona é um processo mais lento e não afeta a todos.

Ilustração: Carina Cardoso

O urologista e professor da Faculdade de Medicina da UFMG, Augusto Barbosa, diz que o sintoma que mais leva os homens a procurarem ajuda médica é a diminuição do desejo sexual. Mas há outros fatores preocupantes, pois “com uma taxa de testosterona baixa, o indivíduo pode começar a perceber alterações de humor, diminuição nos pelos, anemia e fraqueza muscular”, acrescenta o professor.

É comum que os homens comecem a apresentar esses sinais por volta dos 50 anos, mas há situações nas quais a queda do hormônio sexual ocorre mais cedo. A Síndrome de Klinefelter, alteração genética que atinge um a cada 600 recém-nascidos, é um exemplo. De acordo com o urologista, os portadores da síndrome deixam de produzir testosterona muito antes do que os homens que têm seu material genético preservado. “Os testículos deles entram em degeneração e a partir dos 20, 30 anos já começam a apresentar queda na produção do hormônio”, explica.

Assim como na menopausa, a reposição hormonal pode ser a solução para alguns quadros de andropausa. Mas é fundamental que haja um acompanhamento médico, por isso, ao apresentar os sintomas, o homem não deve sentir vergonha de procurar o tratamento. “A testosterona é importante não só para a saúde sexual do indivíduo, mas para a saúde como um todo. Em sua ausência, o organismo vai sofrer diversas alterações, como problemas ósseos. Então a reposição também evita outras complicações”, afirma Augusto Barbosa.

Tema da semana

Na série Alerta aos Homens, especialistas discutem quadros de distúrbios alimentares, câncer de mama, osteoporose, infertilidade e andropausa no público masculino. Para saber mais sobre a prevenção e o tratamento desses problemas, confira a programação:

Distúrbios alimentares – segunda-feira (10/06/2013)

Câncer de mama – terça-feira (11/06/2013)

Osteoporose – quarta-feira (12/06/2013)

Infertilidade masculina – quinta-feira (13/06/2013)

Andropausa – sexta-feira (14/06/2013)

Sobre o programa de rádio

O Saúde com Ciência é produzido pela Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG e tem a proposta de informar e tirar dúvidas da população sobre temas da saúde. De segunda a sexta-feira, às 5h, 8h e 18h03, ouça o programa na rádio UFMG Educativa, 104,5 fm. Ele ainda é veiculado em 29 emissoras de rádio em Minas Gerais. Também é possível conferir as edições pelo site do Saúde com Ciência.

    Contador de visitas: 1.149 visualizações

    Veja também: