Ações do Nupad avançaram em 2009


Publicado em: Notícias - 8 de fevereiro de 2010

Em 2009, o Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina (Nupad/FM/UFMG) atingiu resultados positivos. Os avanços ocorreram em programas executados pelo Nupad, eventos organizados pelo Núcleo e parcerias firmadas com outras entidades.

Segundo o diretor geral do Nupad, professor José Nelio Januario, a gestão e acompanhamento dos pacientes no Programa Estadual de Triagem Neonatal de Minas Gerais (PETN-MG) tiveram melhorias significativas. Parte do protocolo de tratamento das crianças foi transferida para a Atenção Básica, principalmente em relação à doença falciforme. Também está em elaboração um curso permanente de educação a distância. O objetivo é capacitar tutores que ajudarão na difusão das informações sobre a enfermidade para as Unidades Básicas de Saúde

Januario ressalta ainda a importância da triagem neonatal, já que as crianças com doenças falciformes não precisam ser atendidas apenas por especialistas. “Ao contrário do estigma, a maior parte dos procedimentos pode ser realizada na atenção básica, onde a assistência está mais próxima da casa do paciente, trazendo uma melhoria para sua qualidade de vida”, explica o professor.

Parcerias
As parcerias também foram fundamentais para o bom resultado em 2009. O Núcleo assinou acordo com o Tribunal de Justiça para aumentar a quantidade de testes gratuitos de DNA, o que vai acelerar a conclusão de ações judiciais. Os exames, que investigam a paternidade ou a maternidade, aumentaram em 40%, passando de 250 para 350 testes mensais.

O diretor aponta essa medida como destaque no Programa de Difusão de Técnicas Citogenéticas e Moleculares na Rede Pública do Nupad no ano passado. “Isso foi extremamente importante, pois conseguimos unificar toda a questão da paternidade no Tribunal de Justiça, ampliando a quantidade de exames e reduzindo o tempo de espera de 10 anos para menos de um ano”, observa.

Outro passo importante foi o maior envolvimento da Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG) na gestão efetiva da triagem neonatal. Em 2010, a SES-MG passará a apoiar os procedimentos de assistência e gestão que, há anos, são realizados pelo Nupad. Além disto, a Secretaria vai continuar financiando os testes de triagem, “garantindo a sustentabilidade do padrão da triagem”, acrescenta Januário.

Relações Internacionais
No ano passado, o Nupad também avançou nos acordos de cooperação internacional. Destaque para a parceria com Gana, que já está em fase de execução e que vai promover o desenvolvimento e a estruturação do Sistema Nacional de Atenção Integral à Pessoa com Doença Falciforme no país africano. O Núcleo vai auxiliar os ganenses a expandir a triagem neonatal e a criar um banco de sangue com apoio técnico da Fundação Hemominas. Seis profissionais de Gana foram treinados pelo Nupad durante dois meses em procedimentos laboratoriais e em sistemas de controle do tratamento.

Os técnicos africanos também puderam complementar sua capacitação, participando, do V Simpósio Brasileiro de Doença Falciforme e outras Hemoglobinopatias, organizado pelo Núcleo, em outubro último. O evento recebeu participantes de todo o país e de 20 outras nações. Foram contemplados temas relativos à doença falciforme, com ênfase em pesquisas científicas inovadoras e nos avanços para o tratamento clínico e acompanhamento da doença. “Na realidade, foi o maior evento já realizado no país sobre doença falciforme e extrapolou o caráter nacional, se transformando em um evento internacional”, comemora o diretor.

    Contador de visitas: 464 visualizações

    Veja também: