Notícias Internas

Ações afirmativas e inclusão serão discutidas com calouros na segunda


Publicado em: AgendaInternas - 6 de abril de 2018

Atividade de recepção de calouros na Faculdade de Medicina, em 2016. Foto: Carol Morena

Roda de conversa no campus Saúde dá sequência aos seminários Viver UFMG

O desafio de construir uma política institucional de ações afirmativas e inclusão será apresentado aos calouros de graduação, nesta segunda-feira, 9, em roda de diálogo com o professor Rodrigo Ednilson, pró-reitor adjunto de Assuntos Estudantis.

Intitulada Ações afirmativas na UFMG: como fazer a universidade mais acolhedora e inclusiva?, a atividade, que dá sequência aos seminários Viver UFMG, será realizada no Salão Nobre da Faculdade de Medicina, das 12h às 13h30. “Esperamos contar também com a presença de estudantes da Escola de Arquitetura e da Faculdade de Direito”, comenta o professor. O mesmo tema será tratado no próximo dia 18, às 19h, no Centro de Atividades Didáticas de Ciências Humanas (CAD 2), campus Pampulha, e ainda neste semestre com estudantes do Campus Regional de Montes Claros.

Rodrigo Ednilson vai informar aos estudantes sobre as iniciativas adotadas pela Universidade ao longo dos anos no campo das ações afirmativas, como a adoção das cotas étnicas na seleção de candidatos aos cursos de pós-graduação e a criação do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI), responsável pela proposição, organização e coordenação de ações que assegurem as condições de acessibilidade necessárias ao ingresso, permanência, participação e autonomia de pessoas com deficiência no âmbito da Universidade.

O professor, que compõe a coordenação do Programa Ações Afirmativas na UFMG, também vai destacar o trabalho realizado em núcleos de pesquisa, como o Conexões de Saberes, sediado na Faculdade de Educação. “Vou falar sobre o que criamos e o que temos hoje, com foco nos desafios que se apresentam para a construção de uma política de ações afirmativas e de inclusão”, resume.

A série Viver UFMG foi aberta no dia 15 de março com palestra do jornalista Jairo Marques, que tratou de inclusão e deficiência. Na última terça-feira, 3, representantes da Diretoria de Relações Internacionais e da Pró-reitoria de Graduação discorreram sobre oportunidades de mobilidade internacional e percurso curricular.

Redação: Cedecom/UFMG

    Contador de visitas: 234 visualizações

    Veja também: