Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

A importância da hidratação e alimentação em dias de calor


Publicado em: ExternasRádio - 30 de dezembro de 2014

Programa de rádio Saúde com Ciência alerta sobre cuidados e dá dicas para você curtir saudável o verão

O verão já está mostrando a que veio com dias bastante quentes. E nessa época do ano, muita gente aproveita também para curtir as férias seja em praias, cachoeiras ou em qualquer local em que fiquemos expostos ao sol em busca de um bom bronzeado. Essa exposição excessiva pode acarretar em perda de sais minerais e outras substâncias, causando uma desidratação do nosso organismo.

imagem rádio

Sucos e frutas são boas opções para uma hidratação saudável.

Maria Marta Sarquis, endocrinologista e professora da Faculdade de Medicina da UFMG, aponta uma forma de para sabermos como está a hidratação de nosso corpo. Ela explica que a quantidade de urina tem relação com a hidratação do nosso corpo: “Se a pessoa está urinando entre 1,5 litros e 2 litros por dia quer dizer que ela está bem hidratada. Se ela não está urinando adequadamente é sinal de que está faltando água. Então, se ela estiver exposta ao sol muito quente e fazendo muita atividade física, certamente ela vai precisar de mais líquido para se hidratar”.

Mas a ingestão de quaisquer líquidos pode não ser benéfica nessa situação. O refrigerante, um dos que são mais consumidos pelas pessoas em dias quentes e de férias é um exemplo: “Tem o problema do refrigerante que é o excesso de açúcar e de produtos químicos pra conservar. A reposição de líquidos com refrigerante não é recomendada. Mas para hidratar, além da própria água, ela pode ser oferecida em forma de chás, sucos ou frutas. Tudo isso tem líquido em quantidade abundante”, destaca a professora.

As frutas por sinal são uma boa opção de alimentação principalmente nas viagens que são realizadas nessa época. Isto porque não são raros casos de intoxicação alimentar pelas pessoas que se alimentam de comidas pouco saudáveis e em ambientes que não tenham uma higiene satisfatória. Maria Marta Sarquis cita os alimentos mais sujeitos a contaminação no verão: “Alimentos perecíveis como a maionese que se contamina muito rapidamente. Então, a gente deve tomar cuidado com qualquer tipo de comida que tenha maionese.”

E o cuidado com a alimentação não é em vão, já que situações mais preocupantes podem ser observadas em intoxicações alimentares que tem como sintomas dores abdominais, vômitos e diarreias: “Podem levar, dependendo da suscetibilidade do indivíduo até a quadros mais graves de infecção mais generalizada, sistêmica, podendo chegar a septicemia e até mesmo morte, dependendo da gravidade da infecção e da defesa do organismo da pessoa que está sendo acometida” finaliza a professora.

Sobre o programa de rádio
O Saúde com Ciência, que apresenta a série Cuidados no Verão entre os dias 5 a 8 de janeiro de 2015, é produzido pela Assessoria de Comunicação Social da Faculdade de Medicina da UFMG e tem a proposta de informar e tirar dúvidas da população sobre temas da saúde. De segunda a sexta-feira, às 5h, 8h e 18h05, ouça o programa na rádio UFMG Educativa, 104,5 FM. Ele também é veiculado em outras 84 emissoras de rádio, que envolvem as macrorregiões de Minas Gerais e os seguintes estados: Ceará, Espírito Santo, Maranhão, São Paulo, Paraná e Massachusetts, nos Estados Unidos.

    Contador de visitas: 3.054 visualizações Tópicos:

    Veja também: