Notícias Externas

A eficácia do tratamento homeopático individualizado


Publicado em: CongressoExternas - 30 de agosto de 2017

Pesquisa Clínica em Homeopatia foi tema de workshop nesta quarta, durante programação do 4º Congresso Nacional de Saúde

Ao serem ministrados aos pacientes de forma individualizada, medicamentos homeopáticos apresentaram efeitos bem-sucedidos em relação a grupos que utilizaram os mesmos medicamentos de forma coletiva. Estudo atualizado neste ano e publicado em jornal internacional dedicado à homeopatia comprovou a eficácia do tratamento homeopático quando realizado de modo específico – essa “individualização” inclui as doses e potências e tempo de consulta, dentre outras considerações.

Quem debateu o estudo e assuntos relacionados foi o médico especialista em homeopatia e professor da Faculdade de Medicina da USP, Marcus Zulian, durante workshop no 4º Congresso Nacional de Saúde. O objetivo do encontro foi discutir métodos de pesquisa clínica em homeopatia, especialmente ensaios clínicos controlados. “É para isso que serve a pesquisa, desde que seja bem feita, e esses trabalhos só valorizam temas como o proposto”, afirmou Zulian.

Prof. Marcus Zulian discutiu métodos de pesquisa clínica em homeopatia. Foto: Carol Morena

Enquanto a adaptação dos ensaios clínicos homeopáticos às premissas do modelo científico convencional busca o incremento da sua qualidade metodológica, a adaptação dos ensaios convencionais às premissas do modelo científico homeopático deve respeitar o paradigma homeopático que inclui, por exemplo, a individualização do medicamento e os critérios de escolha do mesmo.

De acordo com Marcus Zulian, apesar das dificuldades em adaptar o modelo homeopático ao biomédico, é possível elaborar ensaios clínicos randomizados que visem conciliar ambas racionalidades médicas, exigindo dos participantes isenções de preconceitos e imparcialidade, dentre outras características, com o objetivo de que os resultados dessas pesquisas beneficiem o paciente, principal objetivo da prática médica.

Dentre os possíveis efeitos adversos associados aos ensaios clínicos em homeopatia, o especialista citou exonerações, agravação de cura, retorno de sintomas antigos e surgimento de novos sintomas. Sobre esses ensaios, ele indicou como método a ser empregado uma avaliação quali-quantitativa, que inclui a abordagem terapêutica globalizante, clínica, laboratorial e subjetiva, além da frequência da utilização de outros medicamentos.

Congresso Nacional de Saúde

A programação da 4ª edição do Congresso reúne mais de 10 mesas-redondas, workshops e oficinas em torno do tema “Promoção da Saúde: Interfaces, Impasses e Perspectivas”, além de três simpósios internacionais nas áreas de prática e ensino de Saúde.

A programação do Congresso Nacional de Saúde se encerra hoje, 30 de agosto de 2017. Além da programação científica, o Congresso contou ainda com atividades culturais, exposições, apresentações, lançamentos de livros e intervenções durante toda a programação, que integrou  a programação das comemorações dos 90 anos da UFMG, celebrados em 2017.

A Secretaria executiva do 4º Congresso Nacional da Saúde atende na sala 5, no térreo  da Unidade.

Confira a programação completa na página do Congresso Nacional de Saúde.

Mais informações: 3409 8053, ou ainda pelo e-mail 4congresso@medicina.ufmg.br

Leia mais:

Terapias complementares na promoção da saúde

    Contador de visitas: 1.079 visualizações

    Veja também: