Aula homenageia vultos incomuns de ¨Chagas¨


Publicado em: Notícias - 14 de outubro de 2009

O curso de História da Medicina, que acontece na sexta-feira, 16, será ministrado pelo professor João Amilcar Salgado, do Centro de Memória da Faculdade de Medicina da UFMG (Cememor).

Berenice, Charles Darwin, Alfred Wallace, Fritz Miller e Saul Adler. Pode não parecer, mas estes personagens tem muita coisa em comum.

É o que o professor Amilcar, médico que descobriu a paciente Berenice, promete mostrar. Ele também irá apresentar dados inéditos e contará histórias curiosas sobre essas personalidades, “nem sempre mencionadas nas comemorações do centenário da doença de Chagas”.

Promovido pelo Centro de Memória da Faculdade de Medicina da UFMG (Cememor) as aulas do curso de História de Medicina, com entrada franca, acontecem todas as sextas-feiras, de 11h30 às 12h30, na sala 22, andar térreo da Faculdade. Sem necessidade de inscrição prévia, a participação é ao público.

Entenda a relação entre alguns personagens:

Berenice foi a primeira paciente em que foi cientificamente comprovada a infecção pelo parasita Trypanossoma cruzi. O médico João Amilcar Salgado, palestrante desta aula, foi quem a descobriu e, conseguiu isolar o parasita causador da doença de Chagas. Se ainda estivesse viva comemoraríamos também o centenário da paciente Berenice.

Charles Darwin, grande cientista e criador da Teoria da Evolução das Espécies, pode ter contraído o mal de Chagas em uma viagem ao Chile. Esta hipótese foi desenvolvida pelo infectologista Saul Adler, apesar de ainda não comprovado.

Alfred Wallace era cientista e, junto de Darwin, buscava comprovar as teorias da evolução. Para tanto, veio ao Brasil em busca de dados e foi na Amazônia que ele obteve subsídios fortemente comprobatórios de suas teorias evolucionistas. Ele contou também com a colaboração das pesquisas desenvolvidas em Santa Catarina, pelo naturalista Fritz Müller, alemão, naturalizado no Brasil. Müller foi o primeiro pesquisador a comprovar os estudos de Darwin e Wallace.

Mais informações: Cememor – 3409 9672

    Contador de visitas: 128 visualizações

    Veja também: