Film İzle | karımı gördünüz mü izle
2ª etapa da Revalidação de diploma médico será no domingo – Faculdade de Medicina da UFMG

Faculdade de Medicina

Universidade Federal de Minas Gerais


Notícias Externas

2ª etapa da Revalidação de diploma médico será no domingo


Publicado em: ExternasNotícias - 10 de outubro de 2014

No dia 12 de outubro, a UFMG realiza a 2ª etapa da revalidação do diploma médico estrangeiro, no Instituto Jenny de Andrade Faria, Hospital das Clínicas da UFMG (Alameda Álvaro Celso 117, Santa Efigênia). Essa é a oportunidade para que médicos que se formaram em outros países, mas que querem exercer a profissão no Brasil, obtenham o diploma da UFMG. A prova será das 8h às 19h.

Números

Cento e quarenta e sete candidatos irão realizar a prova da 2ª etapa da revalidação. Este é o maior índice de aprovação, tanto em números absolutos, quanto relativos. Este ano, 867 se inscreveram para a prova teórica e de conhecimentos gerais.

Do total de candidatos aprovados para a 2ª etapa, 81 são brasileiros, 29 bolivianos, 13 peruanos, 8 paraguaios, 5 argentinos, 4 colombianos e 3 venezuelanos. Países como Rússia, Portugal e Uruguai têm um candidato cada.

Entre os principais países da origem dos diplomas estão Bolívia (56), Paraguai (26), Cuba (18), Argentina (15) e Peru (14).

Em 2013, dos 77 aprovados para a prova prática, 53 conseguiram a aprovação, o equivalente a 68% dos candidatos.

prova_revalidacao_260714_005

Na primeira etapa, mais de 800 candidatos realizaram a prova de revalidação. Foto: Bruna Carvalho.

A prova

Essa etapa é composta de prova de habilidades médicas em quatro áreas: clínica médica, cirurgia, ginecologia e obstetrícia e pediatria. Os candidatos irão passar por oito estações, duas de cada área e poderão permanecer por oito minutos em cada uma delas, com duração total de 64 minutos.

Serão 50 avaliadores, todos professores da Faculdade de Medicina da UFMG. A mesma prova também será aplicada para estudantes do 12º período do curso de medicina da UFMG, o chamado Grupo Controle. Para os estudantes, a prova será aplicada pela manhã e para os candidatos, na parte da tarde.

Histórico

Segundo o presidente da Comissão Permanente de Diploma Médico Obtido no Estrangeiro, professor André Cabral, “há décadas a UFMG tem um processo legítimo e respeitado de revalidação, sempre buscando aprimorar os processos de inscrição e seleção, exigindo que o candidato esteja realmente apto a exercer a profissão”. Ele conta ainda que há todo um cuidado em propor questões que sejam bastante relevantes na prática médica, e que todas elas sejam tecnicamente referenciadas de modo que a prova atenda aos critérios de fidedignidade, validade e relevância social.

    Contador de visitas: 1.546 visualizações

    Veja também: