O Programa de Pós-Graduação em Infectologia e Medicina Tropical (PG-IMT) da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais foi criado em 1972. Ao longo dos seus mais de 40 anos de existência, formou aproximadamente 250 mestres e 200 doutores.

No último triênio (2010-2012), o PG-IMT recebeu conceito 6 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), órgão responsável pela expansão e consolidação da Pós-Graduação strictu sensu no Brasil. Diante dessa avaliação, o PG-IMT mantém-se entre as principais pós-graduações brasileiras, destacando-se pela produção científica de excelência, com elevado impacto internacional.

      Saiba mais